07 Aug

Resenha – A Torre Negra 6: Canção de Susannah

Olá!

Já comentei que terminei de ler a série A Torre Negra. Como estava em Maratona Literária, resolvi não parar para fazer resenha do livro e já partir para o próximo. Agora é hora de escrever o que achei do livro 6, A canção de Susannah.

Não sei por onde começar. Esse livro é tão bom, tão incrivelmente bom. Eu adorei, adorei! Simplesmente adorei cada parte dele.

Diferente do anterior da série Lobos de Calla que começa com um ritmo lento e vai esquentando aos poucos, esse já começa frenético. E não para. O ritmo continua intenso até o final. Isso porque A canção de Susannah é em cima da problemática que aconteceu no livro anterior. O palco já estava todo armado então foi só o autor destruir os nervos dos leitores mesmo.  Foi muito fácil ler sem parar, eu ansiava para saber o que aconteceria.

A narração vai se alternando entre diferentes visões de personagens. E o narrador entra nos pensamentos e sensações de cada um. O Stephen King é muito bom, ele vai apresentando vários fatos sobre os personagens e você ali vendo que vai dar merda, com certeza vai, até que chega o ponto que realmente explode tudo. E o melhor, não do jeito que você esperava, é sempre surpreendente.

Esse livro tem amor, amizade, lutas, respostas e mais perguntas ainda. Já não tem mais tanto mistério/suspense quanto teve no anterior. Ele não é muito triste, um pouco só, tanto que nem cheguei a chorar.

O livro não é tão pequeno, mas passa tão rápido que você nem se da conta. Acho que de todos os livros da série esse foi o mais fácil de ler. Por causa, talvez, do ritmo dele e porque toda hora acontecia algo muito louco. Era coisa atrás de coisa, o tempo todo!

Nesse volume, ainda, o lindo mestre Stephen King mostra seu incrível brilhantismo ao fazer algo que não posso contar porque é spoiler, mas pode ir por mim, é completamente awesome!!!

E, claro, esse livro não responde a todas as perguntas e nem resolve todos os problemas, porque, né, ainda tem o próximo – e último – livro.

Já falei, mas repito, indico demais essa série, realmente incrível!

Nota: 5/5

Até mais!

Estudante de Ciência da Computação que adora ler e fotografar. Acredita que todos os dias poderiam ser dias chuvosos. Queria que o Stephen King fosse seu tio para poder ir visitá-lo e tomar um café com ele.

3 thoughts on “Resenha – A Torre Negra 6: Canção de Susannah

  1. Essa coisa de dinâmica no livro é essencial. sério, é maravilhoso conhecer outras visçoes, além do protagonista principal. King é um gênio, não há como negar!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>